Tratamento do Autismo com CBD

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Se torne um paciente Evona e receba
atualizações sobre nosso blog e produtos!

Se torne um paciente Evona e receba atualizações sobre nosso blog!

É difícil falar sobre o CBD sem mencionar seu crescente sucesso no campo neuropediatrico. Diferentes pesquisas ao redor do mundo fizeram descobertas científicas sobre o tratamento do autismo com CBD.

Famílias com pacientes com TEA (Transtorno do Espectro do Autista) passam por desafios que tornam muito difícil levar uma vida normal. De isolamento social a comportamento agressivo e convulsões epilépticas refratárias, os pacientes com TEA requerem um esforço extra de todos os membros da família para lidar com seus sintomas

O tratamento com óleo de CBD proporciona para famílias a esperança de levar uma vida que não passe por práticas intensivas de cuidado, porque os benefícios do CBD provaram ajudar com muitos dos sintomas do autismo.

Entrevistamos dois médicos neuropediatras com mais de 35 anos de experiência e especialização em autismo para entender melhor como essa condição funciona e como funciona o tratamento do autismo com cbd.

tratamento do autismo com cbd
Crianças com autismo exigem um cuidado extra dos pais para conseguir se adequar às atividades do dia a dia.

O que é o Autismo?

O TEA (Transtorno do Espectro do Autista) é uma condição geral para um grupo de desordens complexas do desenvolvimento do cérebro que podem acontecer antes, durante ou após o nascimento. Os distúrbios se caracterizam pela dificuldade na comunicação social e comportamentos repetitivos, além de poder ser associado com deficiência intelectual, dificuldades de coordenação motora e de atenção e, em alguns casos, hiperatividade, dislexia, dispraxia, ansiedade e depressão.

O autismo é uma condição permanente, porém, por mais que as pessoas com autismo partilhem essas dificuldades, a intensidade que as afeta é diferente, tornando-as únicas. Essas diferenças podem existir desde o nascimento e serem óbvias para todos, ou podem ser sutis e tornarem-se visíveis ao longo do desenvolvimento.

Dr. Talvany Donizetti Visita a Evona

Sintomas

De acordo com o Dr.Talvany Donizetti, neurologista infantil com 36 anos de experiência e que há 10 anos atende uma média de 12 pacientes com sintomas de autismo por dia, o paciente autista apresenta comprometimento qualitativo em 3 aspectos:

  • Interação social: Com um comprometimento acentuado no uso de múltiplos comportamentos não verbais, como contato visual direto, expressão facial, posturas corporais e gestos para regular a interação social, fracasso em desenvolver relacionamentos com seus pares apropriados ao nível de compartilhar prazer, interesse ou realizações com outras pessoas
  • Comunicação: Atraso ou ausência total de desenvolvimento da linguagem falada; Uso estereotipado e repetitivo da linguagem idiossincrática; Ausência de jogos ou brincadeiras de imitação social variados e espontâneos próprios do nível de desenvolvimento.
  • Interesses: Restritos e repetitivos de comportamento; Preocupação insistente. Com um ou mais padrões estereotipados e restritos de interesse, anormais em intensidade ou foco; Adesão inflexível a rotinas ou rituais específicos e não funcionais; Maneirismos motores estereotipados e repetitivos; Preocupação persistente com partes de objetos.
paciente autista
A inclusão de alunos autistas pode estimular laços sociais.

Dificuldades

O Dr. Aparecido Andrade, também neuropediatra infantil que atua na área a 39 anos e atende uma média de 15 pacientes autistas por semana complementa dizendo que um diagnóstico autista costuma ser representado por um quadro comportamental onde a criança ou adulto apresenta sérias dificuldades de relacionamento social e manias, as vezes associados a um déficit cognitivo. Podem demonstrar também agressividade, distúrbio de fala e aprendizado, epilepsia e transtornos psicóticos.

Dr. Talvany Donizetti Visita a Evona

De acordo com o Dr. Aparecido, dentre as dificuldades que encaram, a maior delas seria a inclusão social, pois a maioria dos pacientes terão muita dificuldade de interagir com os parceiros ou colegas, os conflitos comportamentais podem também levar a surtos esquizofrênicos e muita dificuldade de aderir a atividades onde há pouco interesse. Em alguns casos, tornam-se muito dependentes da família, convivendo apenas com a mesma e em outros casos conseguem ter relacionamento social e emocional, mas sempre limitado.

Relação entre o Autismo e a Epilepsia

Estudos encontraram uma relação entre as duas condições, Epilepsia foi identificada como comum em crianças autistas e o autismo foi identificado como prevalente em crianças com epilepsia.

Algumas das anormalidades do cérebro associadas ao TEA podem contribuir para as convulsões. De acordo com pesquisas, a atividade elétrica no cérebro de crianças com autismo mostra descargas epilépticas com mais frequência do que em pessoas sem TEA. Isso conclui que crianças com epilepsia possuem maior chance de desenvolver traços do autismo.

De acordo com o Dr. Talvany, a epilepsia associada ao autismo tem uma correlação direta com os fatores etiológicos que provocam essas doenças. Sabe-se que nas síndromes genéticas (Ex: Síndrome de Angelman), determinados facomatoses (Ex: Esclerose Tuberosa) e síndromes epiléticas (Ex: Síndrome de Dravet) a associação entre as duas patologias é muito grande. Por outro lado, nos casos ambientais e sem comprovação de um defeito genético evidente, esta associação é rara.

Como o CBD pode ajudar no tratamento do Autismo?

A tintura de CBD é um dos principais métodos de tratamento para pacientes autistas, a absorção do óleo é eficaz e segura.

No corpo humano, o CBD influencia as atividades receptivas e incentiva a produção natural de canabinoides, podendo interagir com outros receptores como opióides, dopamina e serotonina. Mesmo sendo um canabinóide, não interage com os receptores que são CB1 e CB2. Na realidade, ele influencia indiretamente a sinalização através desses receptores (CB1 e CB2), aumentando os níveis de endocanabinoides e favorecendo a homeostase de diversos sistemas como por exemplo o sistema nervoso.

Em um estudo para obter mais informações sobre os elementos qualitativos da interação social, foram colocados dois ratos em uma câmara de teste, permitindo que eles interagissem entre si livremente. Neste teste, o rato com TEA frequentemente se afasta da interação social e se isolava no canto da câmara. Com o CBD, esse comportamento de escape anormal foi normalizado, revelando o potencial do CBD para reduzir impedimentos semelhantes ao autismo na interação e ansiedade social.

Essas melhorias nos comportamentos sociais foram associadas à capacidade do CBD de aumentar a função inibitória do cérebro, aumentando a atividade dos neurônios que regulam o nível de inibição no cérebro. Ao restaurar esse equilíbrio excitatório / inibitório no cérebro, o CBD pode reduzir as convulsões e normalizar o comportamento social.

De acordo com o Dr. Talvany, sabe-se que a epilepsia acomete em torno de 50 milhões de pessoas no mundo e embora existam vários fármacos para seu tratamento, aproximadamente 1/3 deste grupo apresenta formas de epilepsias refratárias fazendo uso de esquemas politerapêuticos, por vezes, necessitando de 4 a 5 medicações sem controle ou melhora do volume de crises e ainda ficam sujeitos a vários efeitos colaterais destas drogas.

Benefícios do CBD

Desde 1970, a partir da utilização do Canabidiol, estudos evidenciaram melhora significativa na redução do número de crises epiléticas, assim como uma parcela destes pacientes ficaram totalmente livre de crises sobretudo naquelas formas de epilepsia catastróficas da infância. Baseado nisso a Food & Drugs Adminstration (FDA) aprovou o uso do canabidiol no tratamento da Epilepsia refratária em junho de 2018, uma conquista importante que vem ajudando uma população grande de epiléticos fármaco existentes.

De acordo com o Dr. Aparecido, o CBD isoladamente tem ação excelente em epilepsia, mas no conjunto de sua ação no organismo como um todo, deve se considerar também pequenas doses de THC que parece ter uma resposta mais eficaz. Os estudos ainda precisam ser mais aprofundados para se ter melhor entendimento, mas os benefícios são evidentes.

O Dr. Talvany levanta o ponto de que a formulação ideal é uma questão discutida pela maioria dos trabalhos e também pelo grupo médico que receitam a medicação. A grande maioria propõe a dosagem de 30% de CBD e 0,2 a 0,3% de THC. A questão da proporção igual das duas substâncias é muito discutida e ainda não existe um consenso com relação a esse aspecto, sobretudo em autismo e epilepsia.

Conclusão

Evona™

A opinião dos nossos especialistas sugere que existe uma grande gama de oportunidade terapêutica com CBD no campo da neuropediatria, os benefícios são diversos e a eficácia é cada vez mais comprovada com a publicação de estudos científicos. Com um apropriado acompanhamento médico, o tratamento do autismo com CBD é possível

No Brasil, a liberação do CBD e o acesso à medicação está sendo facilitado, produtos fitoterápicos estão surgindo no mercado e cada vez mais pacientes conseguem autorizações jurídicas para cultivar ou importar seus produtos derivados de CBD, mas ainda existem muitas dificuldades no processo de iniciar um tratamento.

Os altos custos no processo de importar um produto, a demora da entrega, a extensa burocracia e a falta de informação acerca dos benefícios do CBD são alguns dos desafios que mães, pais e familiares enfrentam quando buscam opções para seus pacientes do espectro autista.

A Evona chegou ao mercado para entregar novas soluções, segurança, qualidade e acessibilidade para aqueles que buscam optar por um tratamento à base de canabidiol, nossa linha de tinturas full spectrum apresenta diferentes variações de potência que podem tornar possível para famílias uma vida mais calma, e dar uma chance à pacientes autistas de viverem uma vida melhor e explorarem com alegria suas personalidades que são únicas.

Sobre

Natureza. Saúde. Cura. A missão da Evona é construir um mundo onde pessoas se importam profundamente com o que consomem. Buscamos criar um futuro onde qualquer pessoa possa se beneficiar com produtos saudáveis de maneira prática.

EvonaMD é a nossa plataforma médica criada com o propósito de educar o mercado e auxiliar qualquer pessoa que tenha interesse em começar um tratamento com derivados de CBD. Auxiliamos nossos pacientes a conseguir uma prescrição médica e adquirir seu primeiro produto de CBD. Se inscreva em nossa newsletter para receber nossos artigos e saber quando lançarmos o programa de pacientes.

Disclaimer

Essa informação não foi revisada pela ANVISA e não deve ser usada para diagnosticar, tratar ou curar nenhuma condição. Para isso consulte um médico especialista. Nosso conteúdo não busca encorajar o consumo de cannabis ou ajudar a diagnosticar e tratar nenhum tipo de condição, para isso, consulte um médico especialista.

Se torne um paciente Evona e receba
atualizações sobre nosso blog e produtos!

Se torne um paciente Evona e receba atualizações sobre nosso blog!